Follow by Email

domingo, 18 de dezembro de 2011

Caçada de paca


                                                       desenho do autor
    No livro A Caça no Brasil Central escrito por Henrique Silva e editado em 1808—Há 203 anos! aparece assim a forma de caçada de pacas:
   “Vive durante o dia, ora sobre atulhos de folhagem secca, nas cuivaras e nas capoeiras,ora n’algum barranco a beira dos riachos e correntes volumosas,onde nada admiravelmente e banham-se com frequência; e quando perseguida pelos cães  ahi  procura se refugiar.
    A paca acua as mais vezes nas sua tocas, que escavam de modo a ter uma sahida, a qual os caçadores chamam suspiro; é por esse orifício que ella espirra quando os cães penetram nos seu esconderijo.
    Para desemboscal-a, quando o caçador não dispõe de cães apropriados,(cães pequenos de pernas tortas chamados paqueiros) para entrar nas furnas o processo é idêntico ao que ficou descripto na caçada de taitetús.
    Assim quando entocam, o meio de desentocal-os é accender fogo na porta da furna,e ,com um abano de folhas verdes impellir para dentro a fumaça,de modo que o animal quase asphyxiado lá dentro,vê se forçado a sahir para fora, procurando o suspiro, onde o caçador está attento, aguardando lhe a sahida.”
                          -------------------------------------------------
    É ainda até hoje empregado cães na caça de pacas, conheci  um treinador que treinava portentosamente Beagles muitos bons para emprego em caçadas de pacas.
   Existe também coisas estranhas como esta:---- Sabe como eu caço paca, pego uma lanterna bem pequena , coloco pilhas já usadas que deem pouca luz, descanso ela  na trilha da paca. As pacas são atraídas pela luz fraca que chegam até a brigar. Ai então o serviço é fácil. Disse ele que aprendeu com um índio. Não testemunhei nada!
   No Estado de São Paulo os caçadores usavam caçar pacas com sevas de milho na espiga. Faz –se um varalzinho baixo, que ela alcance, fura-se as espigas que são passadas num arame, como se vê no desenho. Usavam-se também cevar com caroços de manga, que elas gostam muito.
   Já no MT, o pessoal fazia um tubo, tipo alimentador automático e colocava soja milho e um pouco de sal, tudo misturado.
    Também a caçada de pacas pode ser em sevas naturais como nos pés de jambo—que dão muito bom resultado, ou nos pés de buritis, sempre que estão produzindo frutos.
    A caçada em sevas há  se que ter muita paciência, pois o caçador perde muitas viagens, sempre  tem que estar verificando as cevas e outras vezes esperando, assim sendo torna-se uma atividade para quem dispõe de muito tempo livre.
     
    A verdadeira caçada é  estar sempre buscando  aquele momento único, perdeu-se aquele  não sabemos quando existirá outro é isto que inflama nosso ser de emoções e torna  a caça esportiva única--- incomparável com outros esportes.
    As precauções usadas nos jiraus são importantes---quem não consegue segurar muito a urina, há que levar uma garrafa e urinar dentro para não espantar a caça. Não pode fazer barulho, tossir,fumar etc. O jirau não pode ser muito confortável como o do desenho, senão o caçador dorme e a caça come e vai embora.
    

Um comentário:

  1. Eloir,

    Eu me lembro de quando bem criança fui junto com meu pai e o Seo Candinho construir um girau e fazer uma seva para caçar pacas na Fazenda Vargem da Cerca.

    Eles fizeram uma plataforma elevada entre algumas árvores e a seva com espigas de milho. Quando chegamos em casa meu pai tentou sequestrar algumas almofadas da minha mãe para fazer o girou mais confortável.

    Lembre-se que quedas de girau ("tree stands") são o acidente de caça mais comum nos Estados Unidos, e que o uso de cinto de segurança é extremamente recomendável.

    Por favor, leiam meu blog pelo link http://awildbeastatheart.blogspot.com

    ResponderExcluir